de repente.... já nos 20?!

Novembro 18 2012

 

 

Na televisão já passam mil e um anuncios a brinquedos. Na rádio já passa a tão habitual música feita todos os anos para esta quadra pela animada equipa das manhas. Noscentros comerciais já se vêm luzinhas a piscar e enfeites aqui e ali. Algumas montras já estão enfeitadas e noutras já se pode até encontrar roupa cheia de brilhos, tão apropriada para as épocas que ai veem.

É nestas alturas que dou comigo a pensar... bolas, o tempo passa mesmo rádio. Dia após dia. Mês após mês. Ano após ano.

Piscamos os olhos e cá estamos nós de volta a natal.de volta ao encerrar de um ano e ao renovar esperanças paar começar outro com o pé direito

Dezembro 27 2011

 

 

E eis que o Natal passou, quase com a rapidez de um piscar de olhos. Foi tempo de familia. Foi tempo de amigos. Foi tempo de reencontros e de por a conversa em dia com quem já não via há muito. Foi tempo de recordações e de recolhimento....

Estive estes dias por casa dos meus avós lá pela aldeia, há muito tempo que não passava lá as festas, foi bom, mas veio à memória os tempos em que estavamos todos juntos, em que a minha familia ainda estava unida...e claro, inevitávelmente isso mexeu comigo. O Natal era sempre significado de ir para o Espinheiro, de estar na casa dos avós, de viver as festas, de sentir aquele frio gelado que sabe de facto a Natal..e no presente, as cosias não se passam bem assim...

Mas foram uns dias reconfortantes, que me aqueceram a alma... Cheios de movimento, de foguetes, de bailes, de copos de ginja, de risos, e de ter a casa sempre cheia de amigos...mas é isso o Natal, estar rodeado de quem mais amamos..

 


Dezembro 22 2011

 

 

Faz agora seis anos que por esta altura estava a fazer as malas para ir passar o Natal a Paris. Foi um Natal mágico. Paris é mágico em qualquer altura, mas existe um quê de especial quando a cidade de cobre de neve. O tempo passa realmente depressa..como é possivel já terem passado seis anos??

Este ano, são os primos que cá vêm...é o primeiro Natal que passam cá em 30 anos, vamos ser 20 em casa dos meus avós. Vai haver muito confusão, muito barulho, muito movimento..e sinceramente até estou a prcisar dessa azafama reconfortante.

 


Dezembro 13 2010

 

 

 

O natal aproxima-se a uma velocidade alucinante.

É ver as ruas enfeitadas, as luzinhas a piscar em cada janela, os anúncios de rádio e de televisão, os milhentos brinquedos em cada supermercado e as centenas de panfletos que me entopem a caixa de correio. Ah e as músicas deprimentes..estava a esquecer-me das músicas! Tudo isto a fazer lembrar que estamos quase no natal. Tudo isto a apelar ao consumismo. Não gosto disto. Não gosto daquilo em que o natal se tornou..

Não gosto da obrigação de dar presentes. Gosto de dar presentes quando me apetece, não porque o calendário me obriga a tal.

Nos próximos dias tenho jantares de natal quase todas as noites, como se toda a gente fosse muito amiga..só se lembram nesta altura, é engraçado…

Enfim, posso parecer meia amarga hoje, mas realmente o natal trás ao de cima muita mágoa que existe em mim..


desabafos, comentarios, disparos e caturreiras..enfim, pedaços de vida de uma miuda de 20 anos a quem nunca NADA, mas mesmo nada corre como o planeado...
mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO