de repente.... já nos 20?!

Setembro 13 2014

 

 

 

Isto de voltar a estar no mercado nem sempre é fácil...

Parece que uma pessoa se esquece como se faz para chegar a outra. Não sabe como abordar, como iniciar uma conversa, as mãos tremem, a voz falha..parece que a memória da outra pessoa se impõe ali, sempre nos momentos mais inoportunos.

 Se calhar é normal que assim seja,  que seja aos poucos e devagarinho. Mas à medida que nos desapegamos de quem partiu vamo-nos abrindo ao mundo. Deixamos as coisas fluirem. Sorrimos. Bebemos um copo..e num piscar de olhos tudo se torna mais fácil. Começamos a ter certezas, renovam-se as esperanças e renasce algo dentro de nós próprios. Porque por maior que tenha sido a dor que nos devastou, vamos descobrindo que há vida para além disso. Há novas histórias por viver, pessoas por descobrir um mundo por palmilhar.

Á medida que vamos percorrendo um novo caminho vamos descobrindo que somos mais fortes do que imaginámos e que nenhuma dor é incurável. Que merecemos voltar a sorrir e a descobrir a toda a beleza e bons momentos que o mundo à nossa volta tem para nos oferecer.

 


Agosto 12 2014

 

 

 

Os sonhos voltaram..Intensos. Reais. Sinto o toque urgente na minha pele. A respiração quente no pescoço. Sinto as suaves ondas de prazer a electrizaram cada célula do meu corpo. .é ai que acordo numa angústia gritante. É ai que percebo que tentar esquecer quem nos procura por dentro.. é tarefa quase impossível….


Agosto 11 2014








«I am sure each of you have something you are waiting on in different ways. It could be a house, a studio space, starting a family, finding the love of your life, getting out of a job and starting your dream job, an upcoming trip, or anything. Whatever it may be, know that this time in between is extremely valuable. It is the time you need in order to be ready to take on this next big thing you are dreaming of. Being patient now is going to make you that much stronger and prepare you to take on the challenges that will come with what is ahead. Celebrate those who achieve what you are hoping for. Enjoy here and now in this space between…things will change and this time now will never exist again so take advantage of all it has to offer. Everything you are waiting on will come when it should.»


| megan gilger - the fresh exchange



Agosto 05 2014

 

 

 

Às vezes dou comigo a pensar que deve existir alguma coisa de terrivelmente errado comigo. Não é possível continuar a cair uma vez atras da outra.

Estou naquela idade que começa a estar mais para os trinta do que para os vinte, coisa que já por si me deprime que chegue. Depois olho à volta e vejo os meus amigos mais próximos praticamente todos casados e pais de filhos.. e eu? Eu continuo sozinha, com os sonhos desfeitos e a achar que vou ficar para tia de quinhentos cachopos. Vi os planos e os sonhos em conjunto esfumarem-se à frente do meu nariz. Às vezes ainda choro pelo que ficou por viver, mas enfim.. tudo acontece por alguma razão, espero breve descobri qual a que motivou isto tudo (e espero bem que tenha olhos azuis e 1m80).

A verdade é que começo a sentir falta de ter ‘algo’ a sério. Algo duradouro, Algo que me faça ter realmente certeza que será para sempre…e que o seja de facto!

Quero um amor louco. Puro. Inocente. Alegre.. Um amor que não acabe por motivos pequenos. Que não se modifique por interferências alheias. Quero um amor que saiba ser calmo nas horas certas. Que seja terno. Doce. Inebriante.

Um amor que seja selvagem nas horas adequadas e que nos leve a ambos a três metros acima do céu..

Um amor que cresça cada dia mais um pouco e que consiga ao mesmo tempo haver sempre uma nova descoberta no outro.

Um amor descomplicado. Des’stressado’. ‘desproblemado’. Não perfeito que perfeição não existe…mas que permita que as coisas de resolvam conversando! (e que se converse sempre muito)

Um amor que torne a vida mais simples e mais colorida e repleta daquelas pequenas aventuras deliciosas.

Um amor que não tenha que se preocupar com contas para pagar. Onde não exista espaço para acusações e apontares de dedo. Um amor que deixe a vida fluir e se deixe fluir também

Estou naquela fase de desejar um amor e uma cabana.. acho que ficava estupidamente feliz!


Agosto 02 2014

 

 

 

 

''Gosto de momentos verdadeiros. Quando deixamos cair as nossas máscaras do mundo. Gosto de momentos reais. Gosto de conhecer os dias mal dispostos de quem gosto. Gosto da honestidade de um dia cinzento e de conhecer os sonhos escondidos. Gosto de pessoas verdadeiras, honestas e transparentes.
Gosto do teu lado divertido. Mas gosto ainda mais de conhecer o teu lado real. E pensar o quanto dói quando tudo isto se reume ao passado..."


desabafos, comentarios, disparos e caturreiras..enfim, pedaços de vida de uma miuda de 20 anos a quem nunca NADA, mas mesmo nada corre como o planeado...
mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO