de repente.... já nos 20?!

Fevereiro 26 2012

 

 

 Tantas vezes eu disse que ia mandar a toalha ao chão. Que para mim chegava. Tantas vezes fiz promessas a mim mesma de que não iria ceder mais. De que não iria mais acreditar em palavras jogadas fora. Tantas vezes prometi que não me deixaria mais apanhar nas teias da paixão desenfreada. Que não ficaria novamente vulnerável. Que jamais voltava a por o meu coração nas mãos de alguem..tantas vezes! E de todas elas acabei por ser fraca. De todas elas voltei atrás. Voltei a acreditar. Voltei a apaixonar-me. Voltei a entregar o meu coração. Voltei a ficar exposta e vulnerável...

E de todas as vezes as coisas não correram da melhor forma...

Mas valeu a pena, vale sempre. Prefiro arrepender-me por aquilo que faço do que pelo que deixei por fazer...


Setembro 16 2011

 

Os últimos dias têm sido cheios. Cheios em todos os sentidos: em horas de trabalho e de estudo, em aprendizagens, em emoções! Esta experiência esta a ser para mim das mais marcantes, daquelas que consegue tocar mesmo cá dentro, mas depois vemos um sorriso, ouvimos uma gargalhada e sentimo-nos bem connosco próprios! Contino com medo, é verdade..é inevitável, mas estou a perceber que é mais fácil do que pensava trabalhar com "aquelas coisas" pequeninas, é preciso é saber levá-los!


Agosto 30 2011
 
Passo a vida a tentar concertar tudo à minha volta. Ele são as brigas dos amigos, as desavenças dos conhecidos, os stress deste e daquele. Gosto de ver as coisas no devido lugar. Gosto das coisas bem resolvidas. No entanto quando as coisas me tocam a mim...bem, aí o caso é diferente. Ando às voltas lambo as feridas e deixo que seja o tempo a tratar das coisas. É verdade que me levantei de todas as vezes e de todas elas arregacei as mangas e voltei à batalha. Mas acho que podia ter feito mais. Podia ter sido mais rádida, porque afinal não vale a pena viver a vida aprisionada a um tempo que não regressa mais.
Digo muitas vezes que acho que estou "estragada"! Já passei por muita coisa, principalmente nos últimos sete anos e se a verdade é que me fizeram crescer, também é verdade que fizeram que se perdesse uma parte de mim que tanto gostava!
Mas se calhar estou a ver mal as coisas..em vez de estar repetidamente a tentar arranjar pedaços de mim que se estilhaçaram, seria bom tentar começar de novo..deixar para trás, e de uma evz por todas, os fantasmas do passado, os medos, a irracionalidade! A vida vale a pena ser vivida, intensa e plenamente e com a minha idade, tenho a vida pela frente!!!

Setembro 22 2010

 

 

No outro dia li algures uma frase que me deixou a pensar..” a vida não se mede pela quantidade de vezes que respiramos, mas sim pelos momentos que nos tiram o fôlego” realmente é verdade, são esses momentos que nos fazem ver que realmente vale a pena viver, que existe um sentido maior para andarmos neste momento.

Momentos que são capazes de nos deixar atónicos, completamente sem palavras e querer parar o relógio exactamente naquele momento. Sim há momentos que nos tiram o fôlego. Momentos que deixam profundas marcas em nós. Momentos que quando lembrados nos fazem ter uma vontade desesperada de voltar atrás no tempo para os voltar a saborear..

Momentos desses já tive uns quantos.. deliciosos, saborosos momentos que me deixaram sem palavras. Que men tiraram o fôlego.


Março 05 2010

 
 
 
A vida é um ir e vir sem razão aparente, é uma correria constante sobre a uma meta que constantemente se desloca.. o ser humano é insatisfeito por natureza, nunca se contenta com aquilo que tem.. quer sempre o carro melhor, a casa maior, o ordenado mais recheado.. e nunca se sente feliz, pois como o que tem nunca lhe chega, está numa luta e busca constante para chegar mais alem, para ter sempre mais..
E então esquece-se de apreciar as pequenas coisas que estão à sua volta, os pequenos momentos, as pequenas conquistas que realmente nos preenchem por dentro..
Deixam de reparar na beleza das pequenas coisas que os envolvem, nos pequenos gestos tão cheios de significado..
E a vida perde sentido…. A vida sem essas emoções que nos preenchem não tem qualquer significado..não passa mesmo de um ir e vir sem razão! Uma correria entre o emprego e as preocupações.. e deixa de existir tempo para as coisas que nos dão prazer..
Mas o tempo é aquilo que fazemos dele… se as coisas forem bem feitas, existe sempre tempo para ter “aquela conversa”, para ir “aquele” sitio especial, para bebermos o cafezinho com os amigos, para irmos até à praia e contemplarmos o sol a afogar-se na imensidão do oceano… A verdade é que não sabemos o que nos espera ao virar da próxima esquina.. por isso, há muito que deixei de adiar as coisas importantes “para amanha”.. afinal amanha o ir e vir poderá não mais existir….
 
 

desabafos, comentarios, disparos e caturreiras..enfim, pedaços de vida de uma miuda de 20 anos a quem nunca NADA, mas mesmo nada corre como o planeado...
mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO