de repente.... já nos 20?!

Outubro 08 2012

 

 

 

 

Amar dói tanto que nos faz ficar humildes e olhar de verdade para o mundo. Ao mesmo tempo fiz-nos ficar gigante e sentir a dor da humanidade inteira. Amar dói tanto que não dói mais, como toda dor que de tão insuportável produz anestesia própria..."


Julho 17 2012

 

 

Pequenas coisas como o facto de trazer o teu cheiro comigo para casa, fazem-me ter a certeza que ´"isto" é definitivamente muito mais do que estava à espera no inicio. Gosto disso <3

 

 

 

 

Abril 24 2012

 

 

 

 

 

Gosto de gente que abraça. Que abraça mesmo. Forte. Apertado. Gostoso. Gosto de gente que abraça com vontade de abraçar. E não como se fosse uma obrigação. Gosto das pessoas que abraçam e quase esmagam.

Gosto de sentir aquele calor. Aquela intimidade. Aquela partilha de espaço. De ar. Gosto do cheiro que fica na minha roupa depois de abraçar uma pessoa especial.. oh sim, gosto mesmo desse cheiro. Para mim, ficar com o perfume de alguém "preso" a mim, quer definitivamente, dizer alguma coisa.. quer dizer muito!

É pena que as pessoas não se abracem mais. Parece que às vezes existe um certo receio deste tipo de intimidade. Mas porque ter vergonha de demonstrar carinho pelos que amamos? Pelos amigos? Pela família?

Um abraço na hora certa pode ser das melhores coisas do mundo..

Sim... sou uma dessas pessoas que gosta de gente que abraça. Que gosta de abraçar. Que gosta de abraços. Quentes. Envolventes. Protectores. Abraços a valer..

 

 

Abril 23 2012

 

 

 

 

 

Odaxelagnia. Ok é um nome um bocado estranho. Mas o significado é muiro bom. É a vontade incontrolável de mordiscar (ou sentir prazer em ser mordiscado).

Sempre tive esta mania. De entre um beijo e outro dar uma mordida no lábio, no percoço, na bochecha..

Sempre me perguntei de seria normal esta minha "mania". Mas tambem nunca me preocupei muito com isso. Dá prazer. É boooom. E se é é bom, se calhar não pode estar errado...


Abril 15 2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqueles momentos que aquecem a alma. Aqueles momentos que fazem disparar o coração. Aqueles momentos que fazem o estomago contrair-se e uma descarga elétrica percorrer o corpo todo. Aqueles momentos com conversas sussurradas ao ouvido. Com calor corpo a corpo. Com emoções a toldas os sentidos. Aqueles momentos que deveriam poder ser eternizados. Aqueles momentos que eu gostava que durassem para sempre


desabafos, comentarios, disparos e caturreiras..enfim, pedaços de vida de uma miuda de 20 anos a quem nunca NADA, mas mesmo nada corre como o planeado...
mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO